Anúncio Suíte

Qualquer pessoa pode ser freelancer, mas enxergar esta realidade pode ser complicado se você não está disposto em mudar alguns hábitos ou quem sabe mudar completamente a sua forma de pensar.

Quando falamos sobre O que é ser um freelancer aprendemos sobre como você pode trabalhar alocado, indo até o estabelecimento do seu cliente, ou como você pode trabalhar a partir de sua própria casa. Se você está planejando seguir em frente e se tornar um freelancer, precisa conhecer mais sobre o perfil de um profissional de sucesso.

Posso te mostrar uma coisa?

Antes de continuar a sua leitura, posso te contar uma novidade? Eu lancei recentemente a minha própria plataforma de cursos online, a Suíte Criativa, e depois de 5 anos publicando vídeos, tutoriais e dicas no canal do Clube do Design no youtube eu finalmente desenvolvi o meu próprio curso online de Illustrator com certificado.

Se você puder, dá uma olhadinha lá no site e conheça o meu curso de Illustrator. Tenho certeza de que você pode aprender muito sobre um dos aplicativos criativos mais usados do mercado. Não se assuste, o preço é barato sim! O meu objetivo é que todas as pessoas possam ter acesso a ensino de qualidade, por um preço extremamente acessível.

Obrigado! Continue com a sua leitura ;)

Este artigo faz parte do Diário de um freelancer, um ebook gratuito com novos capítulos publicados toda semana aqui no Clube do Design. Você pode ler todos os capítulos publicados clicando aqui e também pode baixar a versão mais recente do ebook em PDF para ler de onde estiver.

Determinação

Determinação ©Shutterstock
Determinação ©Shutterstock

Você precisa estar determinado a seguir em frente em uma carreira que depende exclusivamente de você e de sua capacidade de se manter no mercado. Conseguir os primeiros clientes pode ser uma tarefa complicada e difícil, superar os momentos de crise e quando a grana apertar será a prova para sua determinação.

Tenha objetivos

Não é possível determinação sem objetivos traçados de forma clara. Até onde você pretende ir? Que tipo de profissional você pretende ser? Não tenha medo de sonhar alto, quanto mais difícil for o seu objetivo, mais motivação você terá para seguir em frente.

Motivação

Falando em motivação, estabelecer as suas metas e objetivos pode te dar o gás que você precisa para seguir como freelancer. Mas ter outros objetivos além dos relacionados ao trabalho pode te fazer ir mais além. Quer ter grana para viajar quando e pra onde quiser? Quer ter tempo para sair com os amigos pegar um cinema no meio da tarde? Ou organizar uma festa de aniversário bem animada? Que tal um carro novo? Aquela câmera fotográfica topo de linha que você namora à meses? Sua motivação também pode estar em coisas mais simples, renove a sua motivação diariamente e reflita sobre os seus objetivos toda vez que pensar em desistir.

Organização

Organização ©Shutterstock
Organização ©Shutterstock

Depois de definir os seus objetivos, é hora de por a mão na massa e correr atrás do prejuízo! Um dos pontos chave para que você consiga avançar como freelancer é ser organizado.

Você será bombardeado por informações e por tarefas que precisam ser gerenciadas, contatos, reuniões, números, senhas, documentos, prazos. Usar ferramentas e recursos que te ajudem a organizar as suas tarefas será fundamental. Ninguém é perfeito! Mas você pode melhorar muito da sua rotina apenas organizando melhor as suas coisas, e a sua vida.

Disciplina

Uma das vantagens de ser freelancer é que você pode trabalhar nos horários que desejar, mas não pense que isso é motivo para você transformar a sua rotina de trabalho em uma bagunça. Existem pessoas que funcionam melhor pela manhã, se você for como eu, as madrugadas serão a sua preferência, mas tenha disciplina! Estabeleça uma rotina e horários específicos para trabalho. Deixe algum tempo para diversão, navegar na internet, jogar ou sair para dar uma volta, mas você precisa estabelecer limites claros e manter a disciplina. Aqui podemos incluir o que aprendemos sobre metas: estabeleça objetivos diários, e depois, cumpra-os.

Compromisso

Uma das grandes dificuldades de quem está começando como freelancer é manter o compromisso com seus clientes, principalmente se acreditam que estão recebendo menos do que deveriam pelo seu trabalho. Não caia nessa! Só aceite trabalhos que você realmente pode terminar, e ofereça o melhor de si em tudo o que fizer.

Transforme a excelência em seu melhor portfólio e abandone a ideia de “trabalho mal feito para um cliente que paga pouco”, isto é a pá que cava a sua cova.

Multidisciplinaridade

Multidisciplina ©Shutterstock
Multidisciplina ©Shutterstock

Lembra de como eu me adaptei aquela vaga de emprego, aprendendo uma ferramenta completamente nova? Ser um freelancer vai exigir que você expanda o seu conhecimento constantemente.

Você precisa entender um pouco sobre finanças, relacionamento, comunicação, atendimento. Isto é apenas o que você precisa para chegar perto dos clientes, depois, precisa aumentar a sua experiência expandindo o seu campo de atuação.

Saia da zona de conforto! Se for um designer gráfico, por que não aprender mais sobre impressão ou arte-final? Será que desenvolver suas habilidades em marketing não pode oferecer uma experiência inovadora para os seus clientes?

Seja amigo

Um dos grandes diferenciais de um bom freelancer é criar e manter um relacionamento amigável com seus clientes. Você estará lidando com pessoas e pode precisar exercitar a sua sensibilidade, seja para identificar os clientes que precisam de sua ajuda por não terem nenhuma experiência, seja para manter a paciência quando um cliente acredita saber tudo sobre design ou comunicação.

Proatividade

Proativo ©Shutterstock
Proativo ©Shutterstock

“Eu só faço o que sou pago para fazer” é uma frase que já não se houve muito por aí, mas ainda há alguns poucos ignorantes que realmente acreditam nisso. Você precisa ser capaz de entender o que o seu cliente precisa, e ser capaz de oferecer a melhor solução independente do que lhe foi pedido ou do que está sendo pago para fazer.

Tome uma atitude, se o cliente quer que você faça X, porque não mostrar a ele que o X pode não surtir resultados, e oferecer o Y para garantir o sucesso do projeto? Não espere que o problema estoure em suas mãos, antecipe-se, vista a camisa do projeto e faça tudo para que ele dê certo.

Flexibilidade

Seja flexível pois conviverá e trabalhará com pessoas totalmente diferentes. Algumas vezes você vai lidar com pessoas fáceis, e que aceitam tudo o que você oferece a elas, pois acreditam que você está preparado para o trabalho. Mas também poderá encontrar clientes que sabem o que falam (ou pelo menos acreditam que sabem) e você precisará dar o braço a torcer.

Aceitar sugestões, receber críticas e avaliar opiniões são características de um profissional flexível. Deixe de lado o seu ego e volte ao ponto onde você e seu cliente precisam ser amigos.

Honestidade

Sem dúvidas a chave de ouro do perfil do profissional freelancer. A honestidade pode ser exercitada de muitas maneiras, seja quando assume que não poderá iniciar um trabalho por falta de experiência em determinado assunto, seja quando assume que não pode cumprir um prazo.

A confiança entre você e o seu cliente precisa prevalecer, nunca tente ser o que não é de fato, nunca prometa o que não pode cumprir. A sua reputação está em jogo, mentir e não cumprir com a sua palavra fará você fracassar.

Publicidade

4 Comentários

  1. Atuo há quase 2 anos na área como freelancer e só vejo verdades nesse artigo. Durante todo o tempo que decidi seguir uma carreira sendo eu empresa, busquei ainda mais por capacitação em diversas áreas que só aumentaram minha confiança e minha carta de clientes, me trazendo mais reconhecimento e melhorando a qualidade do meu atendimento em relação aos cliente e qualidade nos serviços oferecidos.

    Acho que todo designer freelancer deveria investir em cursos de marketing e cursos gratuitos do Sebrae, pois se aprende muito a como organizar e gerir o seu negócio de forma simples e com eficiência.

    Parabéns pelo artigo, Liute!

  2. Trabalho como Freelance já há 2 anos, e este artigo retrata bem o meu dia a dia. Organização é o meu forte, e como disse o texto a cima , nem sempre temos que fazer apenas o que está sendo pago, muita das vezes o cliente me pede para desenvolver apenas X, então eu vejo a necessidade e já desenvolvo o X, o Y, o Z… Assim ele se surpreende com tantas idéias que acaba fechando novos negócios, ou seja, abri a mente dele, mostrei como ele poderia fazer o projeto de uma forma melhor, e ainda tive retorno financeiro. Ser Freelance é ser mais eficiente, pois , agora sua remuneração depende apenas de você, a carga de trabalho pra mim é maior, pois , trabalhando e sendo empregado , quando chega o horário vamos embora e no fim do mês meu dinheiro é certo, já o Freelance não, deu a hora tem que terminar se não o dinheiro não chega hehe. É isso, parabéns pelo artigo e irei usar em minhas palestras. Me segam no Instagram : @Paulinhodg

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here