Anúncio Suíte

Não importa se você decidiu trabalhar em um escritório alugado ou em um cantinho especial na sua casa, a escolha dos móveis, aparelhos elétricos e eletrônicos é uma etapa fundamental e deve ser levada muito a sério.

O seu espaço de trabalho que deve ser pensado para ser confortável, aconchegante, bem iluminado e livre de distrações. Lembre-se, você vai passar muito tempo dentro do escritório, e ele precisa ser capaz de lhe oferecer conforto suficiente e garantir sua produtividade.

Posso te mostrar uma coisa?

Antes de continuar a sua leitura, posso te contar uma novidade? Eu lancei recentemente a minha própria plataforma de cursos online, a Suíte Criativa, e depois de 5 anos publicando vídeos, tutoriais e dicas no canal do Clube do Design no youtube eu finalmente desenvolvi o meu próprio curso online de Illustrator com certificado.

Se você puder, dá uma olhadinha lá no site e conheça o meu curso de Illustrator. Tenho certeza de que você pode aprender muito sobre um dos aplicativos criativos mais usados do mercado. Não se assuste, o preço é barato sim! O meu objetivo é que todas as pessoas possam ter acesso a ensino de qualidade, por um preço extremamente acessível.

Obrigado! Continue com a sua leitura ;)

Este artigo faz parte do Diário de um freelancer, um ebook gratuito com novos capítulos publicados toda semana aqui no Clube do Design. Você pode ler todos os capítulos publicados clicando aqui e também pode baixar a versão mais recente do ebook em PDF para ler de onde estiver.

Eu vou separar este capítulo em duas etapas. A primeira será a escolha dos objetos que comporão o seu espaço de trabalho físico, como mesas, cadeiras, etc. Na segunda parte vamos falar dos equipamentos de trabalho, algo que é um pouco complexo de abordar devido a constante mudança das tecnologias de trabalho e também pelas preferências individuais, mas tentarei te deixar com boas referências do quê e onde procurar.

Escolhendo os seus móveis e arrumando o seu espaço

Há uma coisa extremamente importante e que eu gostaria de frisar que você deve prestar MUITA ATENÇÃO, a escolha de uma boa cadeira.

Imagine o seu espaço, talvez um quartinho que estava vazio ou um cantinho na sua sala, não há nada ali por enquanto e tudo o que você tem é um notebook daqueles bem “quebra-galho”. A sua mesa pode até ser só uma prateleira instalada na parede ao nível da cintura, tal como eu fiz no começo da minha carreira, mesmo assim, gaste o que puder em uma boa cadeira.

Eu sei que tudo o que você vai construir daqui em diante depende exclusivamente de dinheiro, mas se há algo que você não deve nem pensar em economizar é na sua cadeira. Ela faz par com a sua mesa, mas se você não tem como adquirir os dois ao mesmo tempo, comece pelo item essencial, que vai te suportar durante horas e deve garantir uma boa ergonomia.

A cadeira influencia diretamente no seu conforto, na sua postura e tudo isso influencia a sua produtividade, concentração e, acima de tudo, sua saúde.

Existem duas linhas que você deve prestar atenção na hora de escolher uma boa cadeira, são as consideradas EXECUTIVAS e as do tipo GAMER. Pode parecer que não, mas as cadeiras feitas para jogadores são muito confortáveis e feitas para aguentar o seu corpo por horas, até mais do que as cadeiras de escritório mais sofisticadas.

Cadeira do tipo executiva, modelo presidente.

Você pode comprar este móvel pela internet, mas eu prefiro ir até uma loja física, onde eu posso sentar e testar as funções disponíveis na cadeira. Quando você for escolher a sua, observe estas características:

  • Para qual estatura (altura) esta cadeira é recomendada?
  • Ela possui controle de altura?
  • Ela possui controle de inclinação?
  • Ela possui apoios ajustáveis para os braços?

Escolhendo bem a sua cadeira, você poderá escolher muito melhor os demais móveis, como a própria mesa, já que a altura da sua cadeira influencia diretamente na sua postura e na altura necessária de mesa para uma boa ergonomia.

Cadeira do tipo Gamer, modelo da DX Racer

Veja abaixo uma ilustração que demonstra como a sua postura deve estar em relação à cadeira/mesa:

Caso não seja possível fixar os pés no chão no ângulo indicado, você pode adquirir um apoio para os pés, muito recomendado para pessoas de menor estatura.

Tão importante quanto a sua cadeira será a escolha da sua estação de trabalho, ou seja, a sua mesa. Eu recomendo que você vá até a loja para conhecer os modelos disponíveis e poder observar de perto as condições de postura oferecidas pela sua mesa.

Dependendo do espaço disponível no seu ambiente, você pode escolher desde mesas simples e compactas até as maiores, como as do tipo L ou combinadas. Se o seu espaço for pequeno, você poderá combinar sua mesa com o uso de prateleiras ou abusar de gavetas para otimizar o espaço. Quanto mais larga for a sua mesa, mais espaço útil você terá, podendo manter ao alcance das mãos mais recursos em conjunto com seu teclado e mouse, uma mesa gráfica, caderno de rascunhos, etc.

Exemplo de mesa simples, larga, com gavetas.

Você deve avaliar a altura da mesa e se ela é compatível com a sua cadeira. Além disso, deve avaliar as dimensões e não correr o risco de comprar uma mesa que não cabe no seu espaço.

Exemplo de mesa L, sem gavetas

A criatividade também tem vez quando você tem pouco dinheiro e precisa de mais espaço. No meu caso, eu queria ter uma configuração em L, mas as mesas do tipo eram muito mais caras do que as mesas simples.

Então eu escolhi um modelo barato, simples com gavetas, mas que possuía três opções de tamanho. Comprei duas mesas, uma comprida e outra menor, e posicionei uma ao lado da outra no meu escritório, criando um L com duas mesas. O resultado ficou até melhor do que se eu comprasse os modelos em L disponíveis na loja.

Você pode escolher outros móveis para compor o seu espaço, armários, estantes e raques são uma ótima opção para guardar livros, revistas, materiais de trabalho. Prateleiras e luminárias além de funcionais são ótimos artigos de decoração.

Tapetes, carpetes, vasos, plantas, tudo isso pode ser usado para tornar o seu espaço de trabalho mais aconchegante. Veja alguns exemplos abaixo:

Os leitores do Clube do Design compartilharam fotos do seu espaço de trabalho na fanpage, neste post. Também fizemos uma publicação no blog com 40 espaços de trabalhos para criativos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here