Trabalhar como freelancer #02 – Especificando seu serviço

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Algo que entendi em minha carreira como freelancer foi que antes de começar a sua atuação e buscar clientes, você deve estar certo de que pode atender as expectativas deles.

Isso significa que se você vende um determinado serviço, deve garantir que pode cumprir com cada uma das etapas do desenvolvimento dele.

Por exemplo, vamos supor que você tem habilidade de desenho e pretende trabalhar como ilustrador freelancer.

Sendo assim você precisa cumprir pelo menos três etapas básicas, que seriam a coleta de informações do que o cliente precisa, a execução do desenho no lápis e a digitalização dele para que possa ser utilizado em diferentes aplicações.

Agora vamos supor que você sabe desenhar muito bem porém não sabe como vetorizar seus desenhos, veja que nesse caso você teria um sério problema já que não conseguiria cumprir com as expectativas do seu cliente pois ele espera que você entregue um arquivo com o desenho digitalizado.

Nesse exemplo isso significa que você só pode trabalhar como ilustrador freelancer se souber vetorizar seus desenhos? Não, porém terá que deixar isso claro ao seu cliente e procurar uma outra área de atuação como por exemplo a criação de ilustrações a mão livre para serem utilizadas como quadros.

Então uma das coisas que você precisa logo fazer é definir exatamente qual é o serviço que você pretende oferecer, alguns exemplos de serviços como freelancer seriam o seguinte:

  • Criação de sites institucionais feitos em
  • Criação de ilustrações vetorizadas para aplicações diversas
  • Criação de artes gráficas para material impresso como cartões de visitas, flyers e panfletos
  • Criação de lettering vetorizado para aplicação em materiais diversos
  • Restauração de imagens utilizando o Photoshop

Depois de definir o tipo de serviço que você pretende oferecer aos seus clientes agora você precisa avaliar se possui as habilidades e ferramentas necessárias para entregar esse serviço de forma correta e com qualidade.

Vamos pegar o exemplo do serviço “Criação de sites institucionais feitos em WordPress”. Se esse fosse o serviço que você pretende oferecer, teria conhecimento básico em para criação de um site com páginas simples?

Possui conhecimento sobre layout, hierarquia de informação, tipografia e cores? Saberia como contratar um serviço de hospedagem e instalar o site nele? Saberia como comprar um domínio e vinculá-lo ao site?

Esses são apenas alguns exemplos de conhecimentos que você deveria possuir para oferecer esse serviço e entregá-lo com um mínimo de qualidade.

No caso de não possuir os conhecimentos básicos para a prestação de um determinado serviço como freelancer, você deve então buscar a capacitação necessária, seja através de um ou pesquisando por conta própria. O importante aqui é estar preparado para receber os clientes.

Esse inclusive foi um dos motivos de termos criado a Suíte Criativa, ou seja oferecer cursos para ajudar os criativos a se capacitarem para o mercado profissional.

Então se você precisa se capacitar dá uma conferida nos cursos que oferecemos pois eles podem te ajudar muito, entre eles você vai encontrar o Curso de Photoshop CC, Lettering Completo, Curso de Illutrator CC e muito mais.

Concluindo

O seu sucesso como freelancer dependerá bastante de sua capacitação, por isso é importante que desde já você defina claramente que tipo de serviço pretende oferecer aos seus clientes e se possui as habilidades necessárias para isso.

Ao cumprir com essa etapa de preparação você irá se tornar um profissional de qualidade, que entrega seus serviços de forma completa e consequentemente garantindo o sucesso do seu negócio como freelancer.

Gostou desse vídeo? Então não esquece de curtir, se inscrever caso ainda não seja inscrito e ativar as notificações para estar sempre recebendo nossas atualizações.

Se ficou com alguma dúvida compartilha ela comigo aí nos comentários. Hoje vou ficando por aqui, um grande abraço e até a próxima.

Este artigo faz parte da série ““. Clique aqui para ver todos os artigos publicados.

Comentários

O que você achou deste texto? Use a seção de comentários abaixo para tirar suas dúvidas, sugerir novos conteúdos ou para conversar comigo e a comunidade.

0 0 votos
Deixe sua nota
Acompanhar
Receber notificações para
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments