3 Grandes Pecados do Marketing

Nesse artigo eu vou te apresentar 3 erros graves que você não pode cometer no marketing

Sabemos que uma das funções dos profissionais de Marketing é estar antenado nas oportunidades disponíveis no mercado para o seu negócio, direcionando os esforços da empresa para obter os melhores resultados possíveis.

Geralmente estes profissionais utilizam os 4 P’s do Marketing para implementar o Plano de Marketing necessário à empresa.

No entanto, algumas vezes esses resultados não saem como o planejado. Neste caso, deve-se averiguar quais “pecados” foram cometidos durante o processo para que não se obtivesse os resultados esperados.

Por isso, iremos ressaltar 3 grandes pecados do Marketing que inviabilizam pessoas e empresas a alcançarem seus objetivos.

1. Não conhecer seu público-alvo

Você já se perguntou quem é o seu -alvo? Você sabe quem é a sua persona? Você já fez alguma pesquisa de mercado sobre o que esses clientes pensam e desejam? Os clientes estão comprando seu produto ou serviço? Se você respondeu não para essas perguntas, está na hora de estudar essas questões e aplicar na sua empresa.

A sua empresa deve conhecer a fundo o seu -alvo e mais que isso, deve se relacionar com ele de forma contínua e regular. A partir disso, você poderá oferecer de forma personalizada, os seus produtos ou serviços para este público que você já conhece muito bem.

Se os seus clientes costumam reclamar de seus produtos ou serviços, significa que algo pode não estar funcionando na comunicação como um todo em sua empresa.

Nesse momento, você deve procurar os pontos falhos e corrigi-los o mais rápido possível. Essas reclamações podem estar relacionadas ao atendimento, produto mal-acabado, mal embalado, mal apresentado, serviço feito de forma descuidada, dificuldade na forma de pagamento etc.

Para que você não corra estes riscos, faça pesquisas de mercado de forma regular, analise o que os seus clientes gostaram e quais são as suas reclamações, mantenha o diálogo com eles, conheça-os a fundo, saiba quais são as suas necessidades e preferências.

Se possível, contrate profissionais da área de pesquisa e faça pesquisas quantitativas, entrevistas, pesquisa etnográfica, monitore o que as pessoas fazem em seu site e mídias sociais para descobrir dados mais detalhados sobre o comportamento do seu -alvo e desta forma ofereça os melhores produtos e serviços para eles.

2. Não monitorar seus concorrentes

Muitas vezes achamos fácil encontrar nossos concorrentes diretos e indiretos, afinal, basta pesquisar empresas que atuam no mesmo segmento de mercado, não é mesmo?

Na verdade não é bem assim que deve acontecer, pois além da identificação do concorrente em si, precisamos averiguar outras informações sobre estas empresas, quais são seus processos, como funcionam suas vendas, seu marketing, seus recursos, como elas se relacionam com o público, quais os seus objetivos, ou seja, há uma série de informações sobre a concorrência que você pode obter que podem lhe auxiliar em seus próprios movimentos dentro de sua empresa.

Muitas vezes se torna interessante separar uma área ou uma pessoa de sua empresa para analisar e coletar informações sobre a concorrência, sobre quais notícias saem sobre ela, sobre o que as pessoas estão comentando a respeito dela entre outras informações relevantes.

Dessa maneira, será possível criar os perfis dos seus concorrentes. Acompanhando-os de perto, também será possível entender como eles agem diante de determinadas situações e muitas vezes você pode aprender tanto com os seus erros como com seus acertos.

3. Não ter um Planejamento de Marketing

Suas táticas de marketing devem estar atreladas à sua estratégia e você deve buscar variar seu plano sempre com novas ideias de acordo com as mudanças no mercado.

Busque sempre pensar nos mais diversos cenários que sua empresa pode enfrentar, desde os de grande sucesso como os de grande crise e coloque as possíveis medidas que seriam necessárias para lidar com esses de situações.

Faça a análise SWOT (forças, fraquezas, oportunidades e ameaças) da situação de sua empresa, assim como previsões em relação às mudanças repentinas de orçamento. Trace uma estratégia para alcançar os seus objetivos com base nesta análise.

Desta forma você atuará com coerência, respeitando os seus limites atuais. Por fim, controle e monitore os resultados de suas ações a fim de saber se você está atingindo os objetivos ou se precisa ajustar algo neste percurso.

Todas estas ações e previsões em um planejamento de marketing, preparam as empresas para os diversos cenários que aparecem no mercado e direcionam as ações delas para que saibam lidar com as mais variadas situações.

Por isso é de extrema importância contratar profissionais de marketing para desenvolverem planos coerentes para sua empresa e desta forma ter mais chances de produzir as melhores estratégias para o seu negócio.

Conclusão

Em resumo, saiba exatamente quem são os seus clientes-alvo, estude seu comportamento e suas preferências e ofereça produtos ou serviços personalizados para eles.

Monitore de perto seus concorrentes. Saiba o que eles fazem e pensam, o que falam sobre eles e quais as suas estratégias e tecnologias de mercado.

Faça um planejamento de marketing regularmente de acordo com o cenário de sua empresa no mercado e ajuste os pontos necessários para atingir os seus objetivos.

Você também pode gostar de ler:

Os outros 4P’s do Marketing

Nesse artigo falo um pouco sobre os outros 4 P’s do marketing além dos criados por McCarthy e propagados por Kotler, mencionados em nosso primeiro artigo.

0 0 votes
Deixe sua nota
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments