4 Mentiras sobre o trabalho como freelancer

Nesse artigo eu vou listar 5 mentiras sobre o trabalho como freelancer.

Algo que percebo quando digo que sou freelancer e trabalho em casa, é que isso gera muita curiosidade por parte das pessoas. Logo após eu falar que sou um profissional freelancer elas começam com uma série de perguntas sobre meu modo de trabalho, afinal de contas esse é um tipo de trabalho pouco comum para uma grande parcela da população.

Esse modo de trabalhar em casa ainda é rodeado de mitos e inverdades por parte de pessoas que sabem pouco ou quase nada do trabalho como freelancer e por isso nesse artigo eu vou listar 4 mentiras sobre o trabalho como freelancer.

1. é mais fácil do que trabalhar de forma registrada

Talvez essa seja a mentira mais comum de se escutar por aí quando o assunto é trabalho freelancer.

Muitas pessoas acreditam que o trabalho como freelancer é mais fácil do que trabalhar de forma registrada com uma carteira assinada, pensam que você tem poucas ou quase nenhuma obrigação além de realizar um projeto, entegá-lo ao seu cliente e receber um bom pagamento por isso.

Isso não é verdade. exige tanta disciplina e empenho quanto trabalhar em uma agência ou estúdio, talvez até mais. Você precisa cuidar de uma série de outras coisas que um profissional registrado geralmente não tem que se preocupar como atendimento ao cliente, controle das finanças, prospecção de clientes e muitas outras.

2. Profissional freelancer não tem chefe

Outra mentira bastante difundida sobre o profissional freelancer é de que ele não tem chefe. Na verdade o freelancer não tem apenas um chefe e sim vários.

Entenda algo importante: todo cliente passa a ser um chefe. Sendo assim você terá um número de chefes igual ao seu número de clientes e cada um com uma personalidade diferente. Você terá aqueles que são legais, que são parceiros e que compreendem as características de sua profissão.

Porém também terá aquele cliente chefe inseguro, indeciso e que vai te ligar todo dia para saber se o projeto dele já está pronto, e as vezes vai fazer isso com pouca ou nenhuma paciência.

E caso você esteja começando a trilhar uma carreira como profissional freelancer e ainda não tem nenhum cliente eu quero te recomendar esse outro post que fiz aqui no blog em que te ensino como conseguir o seu primeiro cliente. Dá uma conferida que vale a pena.

3. Freelancers trabalham poucas horas

Isso não é tão mentira mas também não dá pra dizer que é uma verdade absoluta. Em momentos de poucos clientes pode acontecer de o freelancer trabalhar menos horas que um profissional registrado.

Porém quando o profissional freelancer consegue compreender que ele é uma empresa de um homem só, ele percebe que mesmo com poucos projetos para serem feitos, ainda precisa se dedicar a outras atividades igualmente importantes como seu marketing pessoal, prospecção de clientes, atualização de portfólio, etc.

Também acontece de em determinados momentos haver uma demanda muito grande de sues serviços, fazendo com que o freelancer tenha que trabalhar até mesmo mais horas que um profissional de agência por exemplo.

4. Qualquer pessoa pode ser freelancer

Não, infelizmente isso não é verdade. exige uma série de habilidades, conhecimentos, além de muita disciplina. Muitas pessoas que tentam trabalhar como freelancer não conseguem se manter nesse modelo por muito e isso acontece justamente pela falta dessas características já citadas.

Algumas dessas pessoas só conseguem trabalhar sendo cobradas, sendo monitoradas por um chefe ou supervisor. Outras não possuem habilidade para gerenciar o negócio como um todo, são excelentes na parte de criação mas péssimas em prospecção de clientes ou gerenciamento de finanças.

Inevitavelmente essas pessoas acabam desanimando e percebendo que suas características profissionais lhe deixam mais a vontade em um ambiente de agência ou escritório.

Inclusive nós do Clube do Design já desenvolvemos uma série de ferramenta que você pode utilizar justamente para vencer algumas dessas dificuldades através da organização, estou me referindo ao Freelancer Tool kit, um conjunto de recursos e ferramentas que vão te ajudar a gerenciar o seu negócio e a sua carreira de maneira descomplicada e eficiente. Dá uma olhada, tenho certeza que você vai gostar.

Concluindo

Como você já deve estar cansado de saber, trabalhar como freelancer não é algo muito fácil, exige um pouco de habilidade, paciência, perseverança e também disciplina.

É preciso ter um pouco de cuidado com essas mentiras pois as vezes elas acabam fazendo com que tenhamos uma visão errada desse modelo de trabalho incrível mas que também é bastante exigente.

Agora quero saber de você, qual foi a maior mentira que você já escutou sobre o trabalho freelancer. Compartilha sua opinião comigo aí nos comentário.

Então é isso aí criativo, hoje eu vou ficando por aqui. Um grande abraço e até a próxima.

Você também pode gostar de ler:

Guia de estudos para aprender design por conta própria

O design gráfico é uma profissão que requer estudo, capacitação, dedicação e experiência. Neste texto você vai encontrar um guia completo com dicas de estudo, referências de livros e assuntos para você aprender design por conta própria.

Primeiros passos no trabalho freelancer

Você quer trabalhar como designer freelancer mas não sabe por onde começar? Nesse artigo eu te mostro quais são os primeiros passos que você deve trilhar para começar a estruturar a sua carreira de forma correta.

0 0 votes
Deixe sua nota
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments