Da pra viver do motion design?

Hoje eu trago algumas dicas para orientar quem está pensando em ingressar no motion design e mostrar se é realmente possível viver bem trabalhando somente como motion designer.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Com certeza esta é uma das dúvidas mais comuns entre todos que estão interessados em ingressar no mercado de motion design e até mesmo na área criativa no geral. Principalmente aqui no Brasil, pois ainda é uma indústria que está engatinhando e isso gera uma insegurança na hora de dar seus primeiros passos.

Pensando nisso resolvi trazer alguns pontos para te mostrar se realmente é possível viver bem trabalhando como um motion designer e também algumas dicas para te ajudar nessa jornada.

De uma forma bem simples eu digo com toda certeza que sim, é possível viver bem trabalhando com motion design, atualmente é muito mais fácil de visualizar isso com todos os exemplos bem sucedidos que encontramos no mercado de forma geral, porém é importante perceber que isso tem um custo.

O mercado de animação deu um boom nos últimos anos, isto é extremamente vantajoso para todos, pois esse crescimento traz mais clientes, investimentos, reconhecimento e valorização para o nosso trabalho.

Por outro lado, nós também vemos um grande aumento na mão de obra e consequentemente encontramos o primeiro obstáculo dentro da área, que é a qualificação.

1. Estude!

Há alguns anos atrás pouquíssimas pessoas trabalhavam efetivamente com motion no Brasil, então tínhamos um cenário com poucos profissionais, na maioria das vezes pouco qualificados pela escassez de informações e um grande mercado a ser explorado.

Hoje o crescimento da área no geral vem sendo monstruosa pela rápida evolução da tecnologia e o grande volume de informação disponível. Sendo assim, nem todos conseguem acompanhar esse ritmo o que gera uma grande concorrência entre os poucos qualificados.

Essa disparidade no nível de experiência dos iniciantes se dá pois não há uma padronização no aprendizado, o que por um lado é bom pois você é livre para trilhar seu próprio caminho e se especializar no que você mais gosta e não vai ter que por exemplo cumprir uma grade de matérias chatas da universidade.

Mas por outro lado, a título de exemplo, não é possível aprender motion design em uma faculdade tradicional assim como no curso de design propriamente dito, que apesar de todos os defeitos pressupõe-se que você receba uma base sólida de ensino sobre design e não chegue no mercado totalmente perdido.

Então leve o estudo de motion a sério, por mais que possa parecer fácil, se tornar um bom profissional requer tempo e muita dedicação. Invista em cursos, workshops e consuma todo o material que estiver disponível para você pois não há nada melhor que olhar para trás e perceber a sua evolução.

É importante dizer que dentro do mercado há espaço para todos em qualquer nível de aprendizado, você sempre vai encontrar alguém disposto a pagar pelo seu serviço só depende da sua vontade de ir atrás e fazer acontecer. Mas por outro lado a qualificação vai te abrir portas mais facilmente.

2. Trabalhe a sua comunicação

É muito importante ter uma forte presença nas redes sociais como o Instagram, LinkedIn e Behance. Não tenha medo de expor o seu trabalho, interagir com outros profissionais ou empresas da área pois quem não é visto não é lembrado.

Mas lembre-se, uma forte presença não significa postar qualquer coisa só por fazer. Tenha critério ao elaborar as publicações e gerenciar seu posicionamento como um todo.

Tente gerar autoridade na sua área por meio de um conteúdo de qualidade e também tente postar somente os seus melhores trabalhos. Essas práticas vão te ajudar bastante na hora de prospectar mais clientes, e de quebra valoriza o seu trabalho como um todo.

Então primeiro trabalhe na sua comunicação para que seus clientes criem a confiança de colocar a comunicação deles em suas mãos.

3. Gerencie suas finanças

É muito comum quando trabalhamos em uma área criativa como o motion design que depositemos todo nosso empenho em melhorar nossas artísticas e acabamos esquecendo que mesmo trabalhando com arte o nosso trabalho acima de tudo é um negócio.

Tendo isso em vista, eu te garanto que a gestão das suas finanças é a habilidade mais importante que você precisa desenvolver para ter uma carreira de sucesso em qualquer área criativa.

Então tire um tempo para estudar sobre, faça um planejamento para prevenir-se de alguma possível adversidade, controle seus gastos e tenha uma reserva de emergência.

Isso pode parecer um pouco complicado de início, mas tenha em mente que é um processo natural de aprendizado. Muitas pessoas quebram a cara várias vezes até se atentar neste “pequeno” detalhe. E o meu papel aqui é abrir seus olhos e tornar a sua evolução mais fácil.

4. Aproveite as oportunidades

É extremamente importante que você fique atento a todas as oportunidades que irão aparecer para você ao decorrer da sua jornada. Tente buscar projetos para montar seu portfólio mesmo que o budget não seja compatível com o que você espera (se realmente valer a pena), não deixe seu ego te travar.

Busque trabalhar com pessoas que te inspiram, busque empresas, produtoras ou estúdios e entre em contato, troque uma ideia e quem sabe você não consegue abrir uma porta de trabalho ou uma futura parceria.

A título de exemplo, se você estiver começando agora, um estágio em uma empresa desse tipo vai ser uma escola para você, a melhor forma de aprender é na prática e isso vai causar um impacto muito grande na sua evolução, então não tenha medo de correr atrás dessas oportunidades.

Conclusão

Assim como em qualquer outra área criativa, é totalmente possível viver somente do motion design. Vai depender somente da sua dedicação, então estude, faça um planejamento de carreira/financeiro e trabalhe o seu posicionamento nas redes sociais porquê isso vai te ajudar a atingir os seus objetivos mais rápidos pela percepção de valor em cima do seu trabalho como profissional da comunicação.

Além disso, se jogue dentro do mercado e aproveite todas as boas oportunidades que você pode vir a ter acesso, isso vai ser extremamente importantes para sua evolução.

O mercado é uma grande escola e cabe a você querer aprender com ele, dito isso busque mentores, aprenda com seus acertos e erros e o mais importante de tudo, cresça como um motion designer.

Bom, acredito que seguindo essas pequenas dicas você pode tirar algumas lições que te ajudem na sua caminhada. Mantenham-se animados e até a próxima.

Conteúdo

Comentários

O que você achou deste texto? Use a seção de comentários abaixo para tirar suas dúvidas, sugerir novos conteúdos ou para conversar comigo e a comunidade.

0 0 votes
Avaliação deste post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments