fbpx
Clube do Design Carreira Currículo criativo: Como se destacar em vagas de design
Pesquisar
Close this search box.

Currículo criativo: Como se destacar em vagas de design

Confira dicas para construir um currículo criativo e aumentar suas chances em processos seletivos e entrevistas de emprego.

Para além do portfólio, um currículo criativo pode fazer a diferença ao disputar vagas de trabalho em áreas como design gráfico, social media, motion design, entre outros.

Sabemos que para áreas que envolvem conhecimentos artísticos e criatividade, o portfólio tem um peso enorme. E por isso, o currículo pode ser deixado de lado ao concorrer este tipo de vaga.

De fato, desde cedo é bem importante que o estudante ou profissional de design comece a desenvolver um portfólio bem elaborado.

O foco principal deve ser demonstrar suas melhores habilidades e crescimento ao longo de sua carreira e/ou estudo.

Entretanto, por outro lado, para concorrer às vagas de design de forma efetiva, também é necessário ter um bom currículo, ferramenta indispensável em qualquer processo seletivo ou de contratação.

Nesse sentido, é importante pensar em cada detalhe deste documento, desde a melhor fonte para currículo criativo, modelo e quais informações são necessárias.

O que é preciso ter em um currículo criativo?

Escolher a tipografia para o currículo criativo

Para garantir um bom resultado ao se candidatar para vagas de design, você precisa reunir somente as informações mais importantes.

Esse é o momento de você começar a estruturar seu currículo, seja você um designer freelancer, iniciante ou em regime CLT. De modo geral, existe uma organização padrão que pode ser seguida na grande maioria dos casos.

Depois de saber quais dados incluir no seu currículo ao concorrer a vagas de design, o próximo passo é elaborar uma boa estrutura estética.

Afinal, por ser um profissional que atua constantemente na elaboração de peças visuais, espera-se muito da organização estética do seu currículo criativo.

Nesse sentido, é recomendável seguir um modelo de diagramação simples, mas que seja criativa e destaque seus conhecimentos.

Se você não sabe por onde começar, tente elencar esses tópicos:

  • Cabeçalho.
  • Objetivo ou resumo profissional.
  • Experiência profissional.
  • Formação acadêmica.
  • Competências técnicas e habilidades.
  • Cursos, idiomas e demais atividades.

Em seguida, confira em detalhes como se destacar em vagas de design com essa estrutura de currículo.

Cabeçalho

Nessa parte do currículo você vai incluir seus dados pessoais. Mas lembre-se de que não é preciso inserir informações como seu endereço completo, CPF ou RG.

Coloque seu nome completo, número de telefone, e-mail profissional e link para perfil nas redes sociais. Em especial, é bem interessante e um diferencial incluir seu contato do LinkedIn ou um perfil em sites de portfólio.

Objetivo ou resumo profissional

Em seguida, você deve elaborar uma boa apresentação visual, que chame a atenção do recrutador e possa te garantir bons resultados em vagas para design.

Como são enviados muitos currículos, os recrutadores não possuem muito tempo para avaliar por completo cada documento recebido.

Assim, se você não possuir uma apresentação que consiga expressar seu diferencial ou que seja dinâmica para a leitura do recrutador, suas chances de contratação vão a zero.

Nesse tópico, não é necessário escrever um texto muito longo ou detalhado. O ideal é priorizar sua capacidade de resumir em poucas palavras suas competências e os motivos que te levaram a trabalhar na área.

Experiência profissional

Ao descrever sua experiência profissional, recomenda-se usar um modelo de currículo cronológico inverso.

Ou seja, organize suas experiências das mais recentes para as mais antigas. Essa é uma forma de demonstrar para os avaliadores seu crescimento profissional ao longo dos anos.

Porém, evite colocar experiências que duraram menos de 3 meses. Ou inserir muitos trabalhos de curto período. Isto pode ser mal visto pelos recrutadores, que procuram consistência em suas experiências.

Também se lembre de incluir o nome da empresa e cargo exercido.

Formação acadêmica

Assim como na experiência profissional, coloque sua formação acadêmica na ordem cronológica inversa.

Essa é uma forma de também facilitar a leitura dos avaliadores entre as mais diversas vagas de design.

É preciso inserir o nome da instituição de ensino, do curso de graduação ou pós-graduação e o ano de realização.

Competências técnicas e habilidades

Nas competências técnicas e habilidades, você pode e deve incluir o nome de todos os programas que você domina no campo do design.

Também é interessante que você cite seu nível de conhecimento em cada um deles, ainda que seja um iniciante.

Ou seja, essa é a seção dedicada para as hard skills. Por isso, dedique-se em demonstrar por completo suas habilidades técnicas para conquistar mais vagas em design.

Cursos, idiomas e demais atividades

Outro ponto de hard skills que você pode destacar no seu currículo criativo para vagas de design é inserir sua proficiência em idiomas.

Ainda que inglês seja um dos idiomas mais requisitados, é bem interessante você incluir outras línguas que domine. Lembre-se de adicionar seu nível de conhecimento.

Pode-se também citar sua participação em palestras, eventos, cursos de extensão e até trabalhos de voluntariado que tenham relação com a sua área de atuação.

Um bom currículo criativo para vagas de design abre portas

Como você já sabe que um currículo é tão importante quanto a criação de um portfólio, suas chances em vagas de design podem aumentar!

Lembre-se que diferentemente do portfólio, seu currículo não precisa ser recheado de elementos gráficos. Mas sim, de criatividade e técnicas de organização que destaquem suas habilidades e competências.

Por isso, na hora de montar o seu currículo, leve em consideração todas essas dicas. Com dedicação, você vai criar um documento capaz de ter tanta relevância quanto o seu portfólio!

Como editar um currículo criativo?

Há um tempo eu publiquei um vídeo no canal do Youtube onde mostrei como editar um modelo de currículo criativo.

Além de você ter uma ideia de como esse tipo de documento funciona, pode te ajudar a ter ideias sobre como criar seus próprios documentos. Confere ai:

Leia também:

Quanto cobrar pela criação de um logotipo?

Aprenda como calcular e quanto cobrar pela criação de um logotipo ou qualquer tipo de projeto considerando seus custos, lucro, tempo e complexidade.

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments